Concurso de Escrita Criativa “Mimarte”  


Sabias que… ainda hoje em Portugal, homens e mulheres, rapazes e raparigas, não têm exactamente os mesmos direitos e oportunidades?
 
 

O concurso de escrita criativa faz parte do projecto Mimarte, é destinado a jovens dos 14 aos 26 anos e subordinado à problemática das desigualdades de género.
 

Primeira fase de envio de textos: até 25 de Abril de 2013
Segunda fase de envio de textos: até 25 de Fevereiro de 2014

O Concurso é promovido pela Academia de Psicologia e Teatro – Associação sem fins lucrativos, no âmbito de um projecto de Promoção de Igualdade de Género financiado pela Comissão Europeia e pelo POPH.
 
 

Os/as participantes, deverão escrever um conto que mostre a sua visão, experiência e/ou expectativas sob as questões relacionadas com as desigualdades de género, nos seus vários aspectos, nomeadamente:

- As desigualdades entre homens e mulheres em casa, na escola e no trabalho,

- A discriminação relacionada com género, identidade de género e/ou orientação sexual,

- A violência de género (por exemplo: v. doméstica, v. no namoro, na rua, assédio, etc.), e/ou

- Como seria um futuro melhor, num mundo onde exista plena igualdade de direitos e oportunidades entre todas as pessoas.

Podem também incluir outras formas de desigualdade relacionada com questões sociais, culturais ou étnicas.
 

Os melhores contos serão adaptados para as modalidades de canto, teatro e dança e o resultado final será apresentado em Faro e Portimão. 
 

Esta iniciativa faz parte do projecto Mimarte Algarve, que inclui workshops de canto, teatro e dança para os/as jovens, assim como colóquios e ciclos de debate, para o público em geral, contando em especial com participação das famílias dos/as jovens que frequentem os workshops. Deste modo, poderão ter a oportunidade de acompanhar o desenvolvimento das acções dos/as filhos/as, colaborar na discussão sobre os temas trabalhados e criar momentos de reflexão e partilha, que permitam contribuir para transformar a realidade.
 

 Este projecto é parte de um trabalho mais vasto, sempre com o objectivo de promover experiências de excelência através das artes, de forma a potenciar um desenvolvimento humano completo, ampliando horizontes e expectativas e, criar um espaço seguro onde crianças e jovens possam construir a sua identidade enquanto indivíduos e um projecto de futuro, reconhecendo a diferença como algo a valorizar, promovendo, pelo conhecimento e acções, uma plena igualdade de oportunidades e direitos para todos/as. 
 

Podem consultar Guia para uma Linguagem Promotora da Igualdade entre Mulheres e Homens na Administração Pública em:
http://www.cite.gov.pt/pt/destaques/complementosDestqs/Linguagem.pdf

RESULTADOS DO CONCURSO:
disponível em Breve